sábado, março 10

Shh. | DIÁRIO


Um cappuccino de caramelo, uma conversa fora de horas e um jeito desajeitado.
Ficamos assim, como quem vai, como quem fica, sem contar as horas nem deixar que o tempo nos apresente contas. Quem sabe pra onde isto irá, quem sabe por onde ficará. Até lá, vamos ficando, com a calma de quem não tem compromissos pra depois.

terça-feira, fevereiro 27

Melhores domingos | DIÁRIO


Nos dias em que o mundo é ingrato, lembro-me das braçadas de flores no metro de Paris, e como o sorriso era fácil e a vida meiga. 

quarta-feira, janeiro 17

Courage, dear heart | DIARIO


O conforto de um pijama lavado depois de um banho quente, num dia frio de inverno, com a tranquilidade de quem pode ficar até tarde a ver um filme, porque a rotina ainda tarda a chegar.
Recarregando energias para não perder a delicadeza em aventuras futuras.

quarta-feira, dezembro 20

Merry everything | Diário


O mundo precisa de meias giras, pessoas que não se levam demasiado a sério, gargalhadas destemidas e amizades coloridas.
Começo pelas meias e o resto logo se vê.

quinta-feira, outubro 26

miuda esconde-te | DIARIO


é tudo tão pequeno,
tão pouco importa,
porquê que parece tudo tão colossal?

quarta-feira, outubro 25

Breve | FILMES

How magic would it be
To fall in love with someone
For a split second,
And a split second only
Simply to have that feeling captured
In an overwelming little infinity

(after Before Sunrise)

terça-feira, outubro 24

Come with me my love to the sea of love | DIARIO


Anda comigo meu amor, vamos ouvir as ondas desembarcar na praia, na luz cálida do fim de tarde. Vamos amor, sentamo-nos na areia alheios ao mundo, sabes que posso ouvir-te ler cartas de amor durante horas a fio. Deixamo-nos embevecer pela simplicidade do outono, enquanto a leve brisa nos esfria o rosto e o sol nos aquece a alma. 
La no fundo, o mar engole o sol, mas vamos aproveitar a luz que ainda fica para trás para ler mais um verso.
Meu amor, o meu braço sobre os teus ombros, a tua pele fria contra o meu rosto e a pequenês de um amor perfeito num fim de tarde à beira mar.
Um pequeno para sempre, aqui, tão palpável.